‘Foi queimada viva’, diz delegado sobre Loalwa Braz, do Kaoma

0
518

Delegado  (Foto: Lucas Pasin / Ego)

O delegado Leonardo Macharet, da 124ª DP (Saquarema), responsável pelo “caso Kaoma”, deu entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, 19, e contou que a cantora Loalwa Braz, de 64 anos, foi queimada viva pelos criminosos. A vocalista do Kaoma – famosa em todo o mundo pelo hit “Chorando se foi” foi encontrada morta carbonizada em um carro a 800 metros de sua pousada, em Saquarema. Dois suspeitos acabaram presos horas depois pela polícia, que até as 18h30 procurava um terceiro envolvido. Um deles, Wallace de Paula Vieira, de 23 anos, trabalhava havia poucas semanas na pousada da artista.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here