Conrad Murray confirma que pai de Michael Jackson o castrou quimicamente

0
73

Conrad Murray, médico de Michael Jackson que foi declarado culpado pela morte da estrela do pop em 2009, fez revelações bombásticas sobre a relação do músico com seu pai, Joe Jackson, que morreu em 27 de junho, aos 89 anos.

Em declaração ao jornal “The Blast”, Murray afirmou que Joe castrou Michael quimicamente para que ele continuasse com a sua voz aguda.

“O fato de ele ter sido ‘quimicamente castrado’ para manter sua voz aguda é algo indescritível”, comentou Conrad.

No livro “This Is It! The Secret Lives of Dr. Conrad Murray and Michael Jackson”, o médico já acusava Joe de dar injeções de hormônio à força para Michael aos 12 anos de idade para evitar a mudança na voz.

Michael Jackson morreu em 2009, aos 51 anos, vítima de uma parada cardíaca. Murray foi condenado por homicídio culposo e cumpriu dois anos de prisão por administrar altas doses de propofol ao astro.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here